Presidente da SJM e do SIMESC Regional Joinville se reúnem com Secretário de Saúde

115

No dia 23 de abril, às 11 horas o presidente da Sociedade Joinvilense de Medicina, Dr. Antônio Garcia e a Presidente do SIMESC Regional de Joinville, Dr. Tanise Damas, estiveram no gabinete do Secretário de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues para tratarem do projeto de transferência da administração e gestão do Hospital Municipal São José para uma OS (Organização Social), uma vez que as duas entidades passaram a receber questionamentos de vários associados sobre o assunto, que estão receosos com os impactos destas mudanças. De acordo com Jean Rodrigues este tema não é segredo para ninguém, uma vez que já integrava a proposta de governo do prefeito eleito, Adriano Silva (Novo). Segundo ele já está em andamento o estudo de viabilidade econômica e todos os trâmites legais para uma operação deste porte. A ideia é repassar o São José, assim como o Infantil já funciona, para que uma OS cuide de todos os serviços e administração geral. “Não iremos mexer em benefícios já conquistados pelos servidores, não haverá revisão destas leis mesmo com a entrada da OS. Várias instituições de renome nacional e internacional como o Einstein, Osvaldo Cruz e Sírio Libanês estão em contato nos auxiliando porque tocam vários hospitais pelo país afora”, afirmou o secretário.

De acordo com Jean Rodrigues, há anos a cidade tenta dividir esta conta com o Estado, que hoje ultrapassa o investimento de R$ 14 milhões por mês para pagamento da folha e outros custos. Hoje vários serviços do hospital já estão terceirizados, desde a rouparia, alimentação, higienização, serviços de imagem, entre outros. “Nosso objetivo é concluir os estudos e este trabalho até o final deste ano, com a revisão da legislação e estudo de viabilidade econômica”, acrescentou. O secretário acrescenta que são 17 ações do novo plano de governo estão em estudo para execução. “Estamos executando o que foi planejado nos últimos quatro anos e já no estudo dos próximos passos. Entre as novidades estão a realização de concurso público em junho próximo para a rede básica e intermediária de atendimento, implantação de equipes multidisciplinares, focando na excelência da atenção primária e aplicativo do usuário com a central da Secretaria”, destacou. Jean Rodrigues fechou a reunião agradecendo o interesse das entidades médicas em acompanhar importante tema e disse que o assunto será amplamente discutido e apresentado para a comunidade e representantes legais. Os presidentes da SJM e Simesc disseram que vão continuar acompanhando o assunto de perto e se colocaram à disposição para continuarem acompanhando as discussões e decisões sobre o tema.