Joinville terá o seu 1º Mutirão do Diabetes

472
Joinville terá o seu 1º Mutirão do Diabetes
Joinville terá o seu 1º Mutirão do Diabetes

Dia 14 de Novembro é o dia Mundial do Diabetes, conforme estabelecido pela Organização Mundial da Saúde.  Durante este mês são realizadas diversas campanhas de conscientização das complicações do diabetes em todo o mundo.

Conscientes da necessidade de orientar a população sobre as complicações oculares pelo diabetes, os médicos especialistas em Retina do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem iniciaram uma campanha de divulgação sobre a retinopatia diabética.

A causa movimentará no dia 18 de novembro, sábado, das 08h00 às 12h00, o 1º Mutirão do Diabetes de Joinville. Este evento será uma realização da Sociedade Joinvilense de Medicina em parceria com a Sociedade Catarinense de Oftalmologia.  Serão triadas até 300 pessoas para orientação e prevenção das complicações do Diabetes que podem levar a cegueira.

Na sede da Sociedade Joinvilense de Medicina serão realizados gratuitamente procedimentos especializados como avaliação do fundo de olho que nos casos indicados serão encaminhados para o tratamento com laser da retina pela Secretaria de Saúde de Joinville. Também serão realizadas aferição da pressão arterial, IMC (Índice de massa corporal) e glicemia. O evento será destinado exclusivamente para pessoas diabéticas.

Outro aspecto deste mutirão, é a intenção de unir todas a classe médica e parceiros de Joinville no propósito de esclarecer a população dos riscos do diabetes.

O portador de diabetes tem 25 vezes mais chances de desenvolver a cegueira comparado ao resto da população. Com o passar dos anos, o portador apresenta alterações nos pequenos vasos sanguíneos em decorrência dos níveis altos de glicose. Na circulação sanguínea, estas alterações afetam rins, nervos periféricos e principalmente os olhos, causando a retinopatia diabética que pode levar à perda visual total e irreversível se não for tratada a tempo.

Todo diabético deve realizar exames de fundo de olho anualmente. Caso a retinopatia diabética seja detectada, o acompanhamento deve ser rigoroso e de acordo com o quadro clínico geral do paciente.

Para mais informações, entrar em contato pelo telefone (47) 3433-1593, SJM – Sociedade Joinvilense de Medicina.