ENTIDAS MÉDICAS SE MOBILIZAM EM PROL DO HOSPITAL INFANTIL

885

A luta do Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante, referência no atendimento pediátrico e juvenil em toda a região Norte e Nordeste (e em alguns casos até de outras regiões do Estado), não é de hoje. Há dois anos a instituição vem sofrendo com o atraso nos repasses mensais do Governo do Estado, que permite o pagamento da folha dos médicos, funcionários e fornecedores do hospital, o que implicou na decisão da direção ao estabelecer um cronograma de restrição e fechamento de serviços até que a situação seja normalizada.
Visando auxiliar neste quadro que preocupa toda a comunidade de Joinville e região e impõe consequências diretas à população que tem nesta unidade hospitalar serviços de referência dentro da medicina infanto-juvenil, a SJM, em conjunto com a Delegacia do CREMESC (Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina), com a Delegacia do SIMESC (Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina) e com a Associação Catarinense dos Médicos Residentes, vem a público para:
– Solicitar de forma emergencial ao governo do Estado o adimplemento dos valores devidos, colocando-se à disposição para auxiliar e intermediar eventuais negociações com representantes da direção do hospital, das Secretarias Estadual da Saúde e da Fazenda e das entidades médicas supracitadas;
– Sugere reunião nos próximos dias com os representantes do governo estadual, municipal e do hospital para estabelecimento de um cronograma, entre outras soluções a serem debatidas de forma a superar esta crise.
Espera-se que com seja encontrada uma breve solução para a situação, evitando assim, a suspensão de atividades conforme cronograma divulgado pelo hospital e o prejuízo à população.

Assinam: Dr. Antonio Garcia – Presidente da SJM, Dr. Celso Boetcher, Delegado Regional CREMESC, Dr. Douglas Barbosa pela Delegacia SIMESC Joinville e também pela Associação Catarinense dos Médicos Residentes.