Curso de Atualização do CBR foi realizado em Joinville

1480

Com apoio da Sociedade Catarinense de Radiologia e da Sociedade de Radiologia do Paraná, o Colégio Brasileiro de Radiologia realizou  Curso de Atualização em Joinville no dia 21 de março, com o tema  “Ultrassonografia em Medicina Interna e Radiologia Torácica”.

O evento aconteceu no Hotel Bourbon, no centro de Joinville, reunindo cerca de 100 profissionais médicos, especialistas em Radiologia, de Santa Catarina e do Paraná. De acordo com o presidente do Clube do Interior da Sociedade Catarinense de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Dr. José Olavo Freddi Dugaich, este foi o segundo maior curso em número de participantes, de todos que foram realizados simultâneamente em todo o Brasil, perdendo somente para São Paulo, com alto nível técnico das palestras e debates.

DR JOSE OLAVO UMDiversos temas visando à atualização e apresentação de novidades na área foram apresentados durante todo o sábado, como os do professor e médico do Hospital Israelita Albert Einstein, Dr. Miguel José Francisco Neto, que falou sobre a utilização de contraste de micro-bolhas para diagnósticos precisos nas lesões hepáticas, e da nova Classificação dos nódulos da Tireóide, o TIRADS, entre outros.

Já o Dr Mauro Esteves, especialista em Radiologia Torácica do Rio de Janeiro discorreu sobre os temas voltados aos RX de Torax na UTI e outros, com muita probidade.

O CBR atua como órgão de defesa dos interesses dos médicos da área da Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Medicina Nuclear e Radioterapia, trabalhando junto aos programas de residência médica e aplicando os exames para concessão de Título de Especialista e Certificado de Área de Atuação. Em função disso, realiza anualmente um calendário de eventos que consiste num importante instrumento de atualização e de avaliação da capacitação do médico da área de radiologia e diagnóstico por imagem. “Novamente tivemos enorme sucesso com este curso em Joinville, reunindo os especialistas de Santa Catarina e Paraná, num excelente intercâmbio e troca de experiências”, disse Dr. José Olavo.